Um moçambicano está no centro das operações do CAN Egipto 2019

 

Na visita de trabalho que o Chefe do Estado moçambicano efectuou recentemente à República Árabe do Egipto, a Reportagem do Dossiers & Factos encontrou um jovem moçambicano que, desde Dezembro último, reside naquele país, juntamente com a sua família, estando ao serviço da Confederação Africana de Futebol (CAF), a trabalhar como administrador desportivo, em posições estruturais e organizacionais do futebol, dentro daquele órgão que superintende o desporto-rei em África.

Por: Serôdio Towo

Trata-se de Muhammad Feizal Sidat, que é um licenciado e mestrado FIFA em Gestão Desportiva (Master-FIFA). Filho de pais moçambicanos, de uma família ligada ao desporto e à área empresarial em diversos ramos, incluindo desportivo, o jovem Muhammad Sidat ajuda a elevar o nome de Moçambique ao nível da CAF.

No nosso país, pouco se fala desta proeza conquistada pelo jovem Sidat, que, com apenas 29 anos de idade, tornou-se o primeiro moçambicano a ingressar nos quadros da Confederação Africana de Futebol (CAF), para dirigir um pelouro, nomeadamente que lida com aspectos de licenciamento de clubes.

Ainda no Egipto, ficámos a saber, de fontes ligadas àquele organismo, que Sidat é, hoje, um dos administradores desportivos mais falados nos corredores do futebol em África, demonstrando um elevado potencial e com qualidades organizacionais que despertam a atenção de muitos países.

Actualmente, Muhammad Sidat é o responsável pela área da Profissionalização dos Clubes, através da implementação de requisitos que devem ser cumpridos por estes, dentro das normas estabelecidas em cinco critérios, nomeadamente desportivo, infra-estruturas, administrativo, jurídico, e financeiro.

Ainda consta do papel do sector que é dirigido por este moçambicano o dever de inspeccionar, monitorar, homologar os estádios, ao nível do continente africano, para as competições da CAF.

Muhammad Sidat dá seu contributo na organização do CAN  

As mesmas fontes da CAF, com quem conversámos acerca deste jovem moçambicano, disseram ao Dossiers & Factos que, no presente CAN, que decorre naquele país, Muhammad Sidat está muito envolvido na organização do evento, estando a exercer tarefas de relevo nas áreas de coordenação e gestão de eventos, bilheteira e protocolo, onde faz a gestão, controlo e distribuição de bilhetes, durante o torneio, e assegura meios logísticos e operacionais para outros departamentos. 

Por motivos de agenda de Muhammad Sidat, durante os cerca de quatro dias em que a nossa Reportagem esteve em Cairo, não foi possível conversar com este moçambicano, que, com as suas qualificações, está a elevar o nome de Moçambique no organismo que superintende o futebol no continente.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content